Categoria ‘Finanças’

Governo libera 730 milhões para obras do Minha Casa Minha Vida

Postado por Danyelle Genestreti em Empreendimentos, Finanças, Notícias | 04/09/2015 | Nenhum comentário em Governo libera 730 milhões para obras do Minha Casa Minha Vida

dc16df6e-ec2f-4638-bfdc-9846c1aec2dd

 

 

Nesta última quinta-feira, 3 de setembro, foi liberado pelo Ministério das Cidades, cerca de R$ 730 milhões, que serão destinados para pagamento das construtoras pelas obras na primeira faixa do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

 

De acordo com algumas informações do setor, esses pagamentos atrasados estão sendo acumulados desde o final de 2014 e totalizam em cerca de R$ 1,6 bilhão em meados desse ano.  O governo federal comprometeu-se em regularizar os pagamentos.

 

Foram liberados R$ 920 milhões no último mês de agosto e o valor de julho chegou a atingir R$ 800 milhões.

 

Nas últimas semanas, foi decidido que os passivos em atrasos são exceções, e que assim essas exceções serão resolvidas até a assinatura da medida provisória que vai oficializar a nova criação da etapa do projeto.

 

 

 

São Paulo, a cidade mais Global do Brasil

Postado por admin em Finanças, Mercado, Notícias, Tecnologia | 21/05/2015 | Nenhum comentário em São Paulo, a cidade mais Global do Brasil

 

Foi publicado ontem o novo ranking das cidades mais globalizadas. O chamado Índice de Cidades Globais analisa diversos fatores como os negócios, a informações e capital humano das principais cidades do planeta.

 

Dentre as cidades brasileiras, a capital paulista aparece novamente em primeiro lugar, fruto da melhor infraestrutura para o ambiente de negócios, qualificação da mão de obra e serviços de telecomunicações. Em segundo lugar, vem a cidade do Rio de Janeiro.

 

Confira abaixo a tabela resumindo as principais cidades do Brasil e do mundo.

Cidades mais globais 2015

 

 

Menores taxas de financiamento

Postado por admin em Finanças, Notícias | 10/04/2015 | Nenhum comentário em Menores taxas de financiamento

 

Associação Proteste realiza análise das melhores opções de financiamento imobiliário. A pesquisa foi realizada através dos simuladores dos próprios bancos e com a utilização de 3 perfis. A escolha do melhor banco começa com a sua renda familiar.

 

 

Conheça os bancos com as menores taxas de financiamento na matéria da Revista Exame.

 

 

PPP HIS

Postado por admin em Finanças, Notícias | 27/03/2015 | Nenhum comentário em PPP HIS

 

Nesta semana foi assinada a primeira Parceria Público-Privada (PPP) de habitação social do Brasil com o objetivo de construir moradias no centro da capital paulista. A medida deverá trazer benefícios à população.

 

Confira todos os detalhes na reportagem.

 

 

Fundos e investidores estrangeiros estão a caça de imóveis com desconto

Postado por admin em Empreendimentos, Finanças, Notícias | 07/02/2015 | Nenhum comentário em Fundos e investidores estrangeiros estão a caça de imóveis com desconto

 

2015 não começou muito bem para o mercado imobiliário. Isso se deve por conta das dificuldades de fechar negócios tanto no segmento de imóveis comerciais como residenciais e, também pelo alto número de unidades em estoque. Porém, para estrangeiros e gestoras de private equity, o cenário não é tão ruim. Eles estão aproveitando o momento de baixa do mercado e buscam adquirir empreendimentos com descontos de até 30%. Os principais alvos são incorporadoras que precisam de caixa e empresas de construção que procuram capital para novos projetos.

 

São Paulo

 

Fora do Brasil, essa estratégia tem o nome de “distressed investment” e, seu principal objetivo é comprar participações em investimentos em baixa para vender em alta e assim obter lucro. O dinheiro vem de estrangeiros já acostumados a identificar boas oportunidades de negócio quando o mercado se encontra desaquecido.

 

No segmento de imóveis residenciais, os investidores procuram empreendimentos já em andamento, em comercialização e em obras avançadas. A estratégia é fugir de atrasos no licenciamento ou possíveis rejeições de compradores pelos bancos após o lançamento.

 

Existem mais oportunidades no segmento de imóveis comerciais, pois foram lançados muitos projetos em São Paulo e no Rio de Janeiro em um momento de desaquecimento. Em São Paulo, a recuperação do setor deve ocorrer por volta de 2017 após a retomada do crescimento da economia brasileira e da absorção do estoque atual de empreendimentos. No Rio, deve demorar mais um pouco por conta de projetos ainda em andamento. A tendência para o crescimento de aquisições no mercado comercial também é motivada pela elevação dos juros que torna a taxa de capitalização mais atrativa.

 

O fim das incertezas do período eleitoral e a valorização do dólar favorecem o retorno dos investidores estrangeiros ao mercado brasileiro.

 

Fonte: Estadão

 

 

 

Norma Internacional de Área de Escritórios – IPMS

Postado por admin em Finanças, Leis, Notícias | 28/11/2014 | Nenhum comentário em Norma Internacional de Área de Escritórios – IPMS

Qualquer imóvel é medido em metros quadrados, portanto um escritório de 100m² tem o mesmo tamanho de outro com 100m², certo?! Apesar da resposta obviamente parecer sim, ela é: depende!

 

IPMS

 

Mesmo analisando um único tipo de imóvel, existem inúmeras formas de se calcular a área do mesmo e isto pode variar bastante de uma localidade para outra.

 

Até mesmo segmentando e falando de um único tipo de imóvel podemos ter problemas. Como exemplo, veja o mercado de escritórios no Brasil, é possível ter muitos tipos de área: total, útil, privativa, de carpete, BOMA, etc. Qual a correta? Qual deve ser utilizada?

 

Não há uma resposta única e ao longo do tempo os usos e costumes fizeram com que diferentes metodologias fossem adotadas gerando confusão. Estas discrepâncias podem impactar significativamente no valor, algumas vezes sendo favorável ao proprietário e outras ao ocupante.

 

A diferença entre um “tipo” e outro de área é o que está incluso na conta. Como exemplos, podemos citar: hall de entrada, poço dos elevadores, casa de máquina do ar-condicionado, banheiros, espessura das paredes, etc.

 

Imagine agora a situação de um investidor ou ocupante de grande porte que tem presença global. O escritório em Buenos Aires utiliza uma fórmula diferente da do de São Paulo, ou do de Londres. Fica difícil e complicado comparar os investimentos, aluguéis ou mesmo a eficiência dos escritórios. Este problema se estende aos bancos que oferecem financiamentos e fianças, às seguradoras, aos profissionais de avaliação e claro aos corretores.

 

Para padronizar a forma de se medir imóveis, foi fundado o IPMSC – International Property Measurement Standards Coalition – uma entidade internacional, independente e sem fins lucrativos fundada por 56 entidades imobiliárias de diversas nacionalidades. O objetivo é criar uma norma global que seja a referência para o mercado imobiliário. O primeiro resultado foi a publicação do International Property Measurement Standards: Office Buildings (Padrão Internacional de Medidas Imobiliárias: Edifícios de Escritórios) que dá as diretrizes básicas para cada país adotar. A Inovação Imobiliária teve uma atuação ativa no acompanhamento e incorporação desta norma.

 

Nos próximos anos, um amplo cronograma prevê o estudo e implantação de normas IMPS para os diversos tipos de imóveis. Desde o princípio, a aceitação foi muito grande e leis locais podem ser criadas para obrigar a adoção dos novos padrões, como o caso de Dubai que imediatamente implantou a norma.

 

www.ipmsc.org

MEI e Simples para o Mercado Imobiliário

Postado por admin em Finanças, Leis, Notícias | 29/09/2014 | Nenhum comentário em MEI e Simples para o Mercado Imobiliário

 

O MEI (Microempreendedor Individual) é aquela pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como um pequeno empresário. Para ser um deles, é preciso faturar no máximo R$ 60.000,00/ano e, não pode ter participação como sócio ou titular em outra empresa.

 

MEI Corretor de Imóveis

 

Esta semana foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos do Senado o projeto de lei complementar que inclui o Corretor de Imóveis como Microempreendedor Individual.

 

Essa medida beneficia atividades que exigem um conhecimento técnico e específico, que por essa razão precisa ser profissionalizada e valorizada. Além disso, o MEI possui vários benefícios como o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que simplifica a abertura de conta bancária, pedidos de empréstimo e emissão de notas fiscais. É enquadrado no Simples Nacional, recolhe à previdência social e ao ISS ou ICMS. Desse modo ele tem acesso a direitos como auxílio maternidade, auxílio doença e aposentadoria.

 

Segundo o Secovi, os pontos que favorecerão o Corretor de Imóveis são:

  • Suporte legal para aqueles que estão começando na profissão
  • Estabilidade para a categoria autônoma financiar a casa própria, já que possuirão comprovante de renda
  • Não há renúncia fiscal, já que o profissional cumprirá com suas obrigações fiscais e tributárias dentro da lei
  • O profissional conseguirá se estabelecer legalmente como Microempreendedor individual, sem burocracia

 

Outra mudança significativa é que agora as empresas imobiliárias podem aderir ao Simples, um sistema de tributação simplificada para micro e pequenas empresas que é almejado há algum tempo. Desse modo, elas passam a pagar menos impostos e de forma mais fácil. É um regime tributário que reúne o pagamento de oito tributos, sendo eles:  ICMS, ISS, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, IPI, Contribuição Social de Lucro Líquido (CSLL), Cofins, PIS/PASEP e a Contribuição Patronal Previdenciária.

 

Para isso, as empresas que optarem por aderir ao Simples, devem procurar seu contador, e têm um prazo até o fim de Janeiro de 2015. Lembre-se que pode haver dificuldades e burocracia nessa mudança.

 

 

Crédito Imobiliário é o maior do país

Postado por admin em Finanças, Notícias | 26/05/2010 | Nenhum comentário em Crédito Imobiliário é o maior do país

O constante crescimento do número de negócios e do volume em dinheiro dos financiamentos imobiliários no Brasil, que tem ocorrido nestes últimos anos, fez com que a marca de cem bilhões de reais fosse superada.

Segundo o BC (Banco Central), em abril deste ano, o crédito imobiliário ultrapassou o crédito da indústria automobilística, tradicional líder neste quesito. O aumento de 49,7% nestes 12 meses, resultou num total de R$104bi em financiamentos imobiliários. Certamente há um grande motivo para festejar nesta longa caminhada pelo incentivo à aquisição de imóveis.




Av. Dr. Cardoso de Melo, 1460 - Vila Olímpia - São Paulo - SP - 04548-005

Telefone: +55 11 2394-5621

Siga-nos nas redes sociais:




CRECI: 26.532-J